Vanessa Sousa compartilhou um pouco da sua experiência como RP

Na 2°edição do evento de Relações Públicas, Fatos e Boatos – Hora do café, organizado pelas estagiárias Letícia Silva dos Santos e Bruna Benitto, teve desta vez como palestrante a acadêmica e RP, Vanessa Sousa.

Vanessa falou sobre as suas experiências na área de RP, conhecimentos adquiridos durante a graduação, e a importância do estágio e as oportunidades de trabalho que esta profissão oferece.

Vanessa era estudante de contabilidade e resolveu mudar de área em virtude da atividade desenvolvida em uma empresa em que trabalhava anteriormente, Martiplast. O “empurrãozinho” de uma profissional de RP, que conheceu durante o curso de aperfeiçoamento na empresa, incentivou a decisão.

Hoje no final da graduação, aos 29 anos, Vanessa tem absoluta convicção de ter feito a escolha certa.

Ao final da palestra Vanessa entregou brindes para os alunos presentes, oferecidos pela empresa Tondo S/A (Orquídea), na qual atua desde janeiro deste ano como analista de marketing.

 

ABERTURA DO CINESERRA REÚNE ALUNOS DE COMUNICAÇÃO DA FSG

Na última quarta-feira, 16 de maio, ocorreu a abertura da quinta edição do Festival do Audiovisual – Cineserra. Na ocasião foram exibidos três curtas-metragens aos alunos de comunicação do Centro Universitário da Serra Gaúcha.

Eu sou mais eu, dirigido por José Martin Estefan, Gotas de fumaça, Ane Siderman e Eco, da diretora Carla Elgert, ambas presentes na primeira noite da mostra.

O festival do audiovisual segue até hoje, 17 de maio. As exibições estão sendo apresentadas abertamente ao público às 19h30, na sala de conferências do prédio G, localizado em frente ao Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG).

Para esta noite, o festival reservou as produções da diretora Anne Salles, O exílio fala, Água de Giulia Goes, Venatio de Ulisses da Motta e A princesa dos diretos Rafael Duarte e Taísa Marques.

 

 

 

Aluno de PP ministra oficina de Photoshop

Vem aí uma oficina pra quem tá precisando dar um upgrade nos seus conhecimentos em edição de imagem.

Gustavo, acadêmico de PP, dará dicas e orientações sobre o uso das ferramentas básicas para suas imagens ficarem sensacionais! Não esqueça de trazer seu pen drive.

Para inscrever-se, basta ir até AGEX, situada no bloco A, sala 115, ou pelo e-mail agenciaexperimentalfsg@gmail.com e informar seu número de R.A.

A oficina será no dia 20 de maio, na sala C103, das 9h às 12h.

Cola junto, PARTICIPA AÊ!

Vanessa Sousa apresentará a próxima edição de Fatos e Boatos

Na próxima terça-feira, 16 de maio, ocorre mais uma edição do Fatos e Boatos, promovido pelas alunas de Relações Públicas do Centro Universitário da Serra Gaúcha.

Desta vez a acadêmica Vanessa Sousa é quem conduzirá a conversa ressaltando a importância da graduação e do estágio, discorrendo sobre as oportunidades e sobre a sua atuação na área de RP.

Vanessa atua como analista de marketing na empresa Tondo S/A como analista de marketing, e passará um pouco do seu conhecimento nesta edição do evento.

A palestra será na sala 111, bloco A, das 18h30 às 19h20.

Oficina de escrita criativa estimula imaginação e o olhar crítico

No último sábado (6.05) a escritora e acadêmica de jornalismo, Maya Falks, ministrou a oficina de escrita criativa para alunos de comunicação do Centro Universitário da Serra Gaúcha.

Com conhecimento vasto sobre literatura, Maya trabalhou o conceito primordial da escrita criativa, o texto literário, dividido em dois seguimentos prosa e poesia, abordou as subdivisões conto, crônica, romance, novela e suas intersecções.

Na parte prática, foram executadas dinâmicas de criatividade, aguçando e liberando a imaginação com exercícios de descrição de objetos e a construção de textos a partir da prática das atividades propostas por Maya.

Durante o bate-papo, Maya estimulou os alunos presentes a ter um olhar crítico sobre a sociedade, que é o viés abordado pela escritora na sua mais recente publicação, Histórias de minha morte, lançado recentemente.

Créditos das fotos: Nathalia Silva

Curso de Jornalismo tem seu primeiro formando

Rafael Tomé concluiu uma importante etapa na sua vida e atua como profissional no S.E.R Caxias 

Aluno da primeira turma do curso de Jornalismo, Rafael Tomé, concluiu neste ano uma etapa importante da sua vida. Com o diploma em mãos, agora atua como profissional do mercado, é assessor de imprensa da S.E.R. Caxias, clube de futebol. Tomé foi o primeiro aluno a se formar no curso de Jornalismo que iniciou em 2012 na Faculdade América Latina, integrada ao Centro Universitário da Serra Gaúcha em 2014.

Antes mesmo de iniciar os estudos em comunicação já estava inserido no meio, trabalhou na Rádio Caxias em 2007 até 2012 e, migrou para o jornal Folha de Caxias, onde trabalhou durante um ano.

Como assessor de imprensa, Tomé vê essa atividade como um desafio novo na sua carreira, ” era uma função que não tinha pretensão de exercer nesse momento, mas a oportunidade surgiu e tem sido uma rica experiência trabalhar com a notícia do outro lado. A assessoria permite ter um entendimento maior sobre o Jornalismo e todas as suas formas de atuação”, conta.

Durante o decorrer do curso muitos projetos foram desenvolvidos e contaram com a participação de Tomé, como o Falatório, jornal oficial do curso de jornalismo. “Como era um curso novo, tivemos uma liberdade incrível na criação do Falatório e de outros projetos da faculdade. Pude crescer junto com o curso, com os professores e colegas”, relembra Rafael sobre o ambiente acadêmico, definindo como um ponto positivo para a sua trajetória desafiadora. “Desde o Felipe Gue Martini, coordenador do curso, até os outros professores sempre nos deram a possibilidade de dialogar sobre todas as atividades do curso e nos motivavam a interagir”, conta.

O mercado de trabalho para essa profissão exibe várias possibilidades de atuação, e o curso de jornalismo procura formar profissionais dinâmicos que serão capazes de se destacar pelo senso ético e crítico, além de estar sempre atento às questões sociais e aos novos formatos jornalísticos. Tomé ressalta a importância da formação acadêmica, em tempos que a obrigatoriedade do diploma é questionada: “Trabalhar agora, depois de formado, dá uma sensação de estar fazendo a coisa certa. Por mais que a prática do Jornalismo seja uma experiência enriquecedora, a academia é fundamental na formação do profissional. Sinto que concluí uma etapa importante nesse processo da construção do jornalista. É importante também seguir buscando aperfeiçoar e continuar estudando sempre.”

O curso de jornalismo é totalmente voltado para a formação ampla de um profissional conectado às tendências, e atualmente conta com cerca de 85 alunos em formação.

Planejamento de eventos foi o tema discutido na primeira edição de Fatos e Boatos – Hora do Café

A estudante de relações públicas do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG), Jociele Muller, compartilhou o seu dia a dia como assistente de RP na estreia do Fatos e Boatos – Hora do Café, realizada no final da tarde de quarta-feira, dia 19 de abril.  A palestra marcou o início do projeto idealizado pelas alunas Letícia Santos e Bruna Benitto, no estágio desenvolvido na Agência Experimental de Comunicação. Satisfeita com o resultado do evento, a professora de Relações Públicas, Adriana Miorelli, salientou que o Fatos e Boatos nasceu com o objetivo de oportunizar a troca de experiência, além de propiciar um espaço de integração. O evento reuniu alunos e professores na agência experimental e contou com a presença do vice-reitor Fábio Dall Alba, além da relações públicas Graziela Argenta.

O orgulho de ser relações públicas deu o tom às declarações de Jociele, que ao falar sobre a escolha profissional disse ter sido motivada pelos professores da FSG. O mesmo incentivo obteve para realizar o estágio no setor de Relações Públicas da instituição, ainda ano de 2015. A aluna salientou sobre a importância de enxergar as oportunidades e de realizar o estágio. Após um período de adaptação, e de aprendizado, Jociele foi efetivada. No entanto, lembra que estudou muito todos processos de realização das atividades e superou barreiras como a inibição. “Cheguei a gravar vídeos da Grazi falando para ver como ela fazia”, confessou.

Durante o encontro a estudante ainda deu dicas sobre a importância de trabalhar com planejamento de eventos, fazer check list e, sobretudo, ser atenciosa com fornecedores. Ela destacou ainda ser essencial manter uma boa rede de relacionamento, pois deles surgirão novas oportunidades. Por fim, Jociele disse ter muito “orgulho de dizer que é relações públicas” e incentivou a todos a persistirem em buscar um espaço no mercado de trabalho.