CineSerra exibe curtas regionais e estaduais na FSG

A 4ª edição do CineSerra, Festival de Audiovisual da Serra Gaúcha, novamente leva sessões de curtas-metragens ao Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG). Documentários e ficções são apresentados aos acadêmicos da instituição para que tenham contato com produções audiovisuais regionais e estaduais. No primeiro dia, 31 de outubro, são exibidos cinco curtas de Bento Gonçalves e Caxias do Sul. Já no dia 1º de novembro, é a vez dos produtores de Porto Alegre mostrar seus curtas. Ambas as exibições ocorrem às 19h30 na Sala de Conferências, Prédio G da FSG, e contam com convidados para um bate-papo.

cineserraprincipal

Confira a programação completa:

Dia 31/10 – 19h30 – Mostra Regional

Local: Sala de Conferências – Prédio G

 – À Sombra das Videiras (Documentário, Bento, Direção: Boca Migotto)

É tempo de colheita da uva em Bento Gonçalves. Três famílias de produtores correm contra o tempo para dar conta do trabalho árduo, e contam com a ajuda de trabalhadores temporários que abrigam em suas casas. Entre a lida nas videiras e os momentos de convívio das famílias com estes migrantes, surgem reflexões sobre as difíceis condições de produção, a permanência das famílias no campo, as oportunidades de trabalho que a uva representa; além disso, novas amizades inspiram sonhos de uma vida melhor.

– O Diabo no Armário (Documentário, Bento, Direção: Fernando Menegatti)

Gabriel deseja conseguir sair de seu apartamento, mas é impedido por uma força maior, um inquilino indesejado que mora bem dentro de seu armário, o diabo.

­- Não Ficção (Ficção, Caxias, Direção: Pedro Nora)

Camila recebe uma inesperável proposta de seu namorado para fazer um vídeo. Nele, ela terá de responder uma série de perguntas sobre sua vida pessoal.

– Jazigo (Ficção, Caxias, Direção: Mateus Frazão)

O enredo aborda a rotina de um homem solitário, cuja única motivação é zelar por um jardim de rosas. No entanto, ao notar que as próprias flores parecem se voltar contra ele, o desamparo e a angústia tomam controle de sua vida.

– Mira (Ficção, Caxias, Direção: Carlos Toigo)

Por conta de uma doença sem cura, Mira gradualmente perde a visão e atravessa um doloroso processo de ressignificação que colocará em cheque a continuidade de sua relação com a fotografia. O apoio e o amor de sua filha têm importante papel nesse processo.

 

Dia 01/11 – 19h30 – Mostra Estadual

Local: Sala de Conferências – Prédio G

– Horas (Ficção, Porto Alegre, Direção: Boca Migotto)

João espera por um cliente enquanto aprende a ocupar seu tempo.

– Another Empty Space (Ficção, Porto Alegre/Berlim, Direção: Davi de Oliveira Pinheiro)

No inverno de Berlim, dois ex-amantes se encontram pela primeira vez desde a separação.

– Navegantes (Documentário, Porto Alegre, Direção: Emiliano Cunha, Lívia Pasqual e Thais Fernandes)

A NAU DA LIBERDADE iniciou seus trabalhos em maio de 2013. Fazem parte do grupo usuários, estudantes e trabalhadores que navegam pelas águas da saúde mental através do fazer teatral, em que aprendizado, criação, cuidado, produção de subjetividade, autonomia e cidadania se hibridizam. São exploradores do próprio destino que, lançados ao mar da loucura, reinventam a realidade através da arte.

– O Movimento do Escuro (Ficção, Porto Alegre, Direção: Alexandre Rossi)

Maria e Pedro são artistas em frente a uma plateia vazia.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s