Mostra do CineSerra tem duas sessões na FSG

A edição deste ano do CineSerra teve duas sessões no Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG). Na segunda-feira (31/10), foram exibidos o documentário À Sombra das Videiras e os curtas de ficção O Diabo no Armário, Não Ficção, Jazigo e Mira e, na sequência, houve debate com convidados. Na terça-feira, os estudantes conferiram os filmes Horas, Another Empty Space, Navegantes, O Movimento do Escuro. Nos dois dias, mas de 100 estudantes participaram da mostra.
Galeria 1º dia:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Galeria 2º dia:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Anúncios

CineSerra exibe curtas regionais e estaduais na FSG

A 4ª edição do CineSerra, Festival de Audiovisual da Serra Gaúcha, novamente leva sessões de curtas-metragens ao Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG). Documentários e ficções são apresentados aos acadêmicos da instituição para que tenham contato com produções audiovisuais regionais e estaduais. No primeiro dia, 31 de outubro, são exibidos cinco curtas de Bento Gonçalves e Caxias do Sul. Já no dia 1º de novembro, é a vez dos produtores de Porto Alegre mostrar seus curtas. Ambas as exibições ocorrem às 19h30 na Sala de Conferências, Prédio G da FSG, e contam com convidados para um bate-papo.

cineserraprincipal

Confira a programação completa:

Dia 31/10 – 19h30 – Mostra Regional

Local: Sala de Conferências – Prédio G

 – À Sombra das Videiras (Documentário, Bento, Direção: Boca Migotto)

É tempo de colheita da uva em Bento Gonçalves. Três famílias de produtores correm contra o tempo para dar conta do trabalho árduo, e contam com a ajuda de trabalhadores temporários que abrigam em suas casas. Entre a lida nas videiras e os momentos de convívio das famílias com estes migrantes, surgem reflexões sobre as difíceis condições de produção, a permanência das famílias no campo, as oportunidades de trabalho que a uva representa; além disso, novas amizades inspiram sonhos de uma vida melhor.

– O Diabo no Armário (Documentário, Bento, Direção: Fernando Menegatti)

Gabriel deseja conseguir sair de seu apartamento, mas é impedido por uma força maior, um inquilino indesejado que mora bem dentro de seu armário, o diabo.

­- Não Ficção (Ficção, Caxias, Direção: Pedro Nora)

Camila recebe uma inesperável proposta de seu namorado para fazer um vídeo. Nele, ela terá de responder uma série de perguntas sobre sua vida pessoal.

– Jazigo (Ficção, Caxias, Direção: Mateus Frazão)

O enredo aborda a rotina de um homem solitário, cuja única motivação é zelar por um jardim de rosas. No entanto, ao notar que as próprias flores parecem se voltar contra ele, o desamparo e a angústia tomam controle de sua vida.

– Mira (Ficção, Caxias, Direção: Carlos Toigo)

Por conta de uma doença sem cura, Mira gradualmente perde a visão e atravessa um doloroso processo de ressignificação que colocará em cheque a continuidade de sua relação com a fotografia. O apoio e o amor de sua filha têm importante papel nesse processo.

 

Dia 01/11 – 19h30 – Mostra Estadual

Local: Sala de Conferências – Prédio G

– Horas (Ficção, Porto Alegre, Direção: Boca Migotto)

João espera por um cliente enquanto aprende a ocupar seu tempo.

– Another Empty Space (Ficção, Porto Alegre/Berlim, Direção: Davi de Oliveira Pinheiro)

No inverno de Berlim, dois ex-amantes se encontram pela primeira vez desde a separação.

– Navegantes (Documentário, Porto Alegre, Direção: Emiliano Cunha, Lívia Pasqual e Thais Fernandes)

A NAU DA LIBERDADE iniciou seus trabalhos em maio de 2013. Fazem parte do grupo usuários, estudantes e trabalhadores que navegam pelas águas da saúde mental através do fazer teatral, em que aprendizado, criação, cuidado, produção de subjetividade, autonomia e cidadania se hibridizam. São exploradores do próprio destino que, lançados ao mar da loucura, reinventam a realidade através da arte.

– O Movimento do Escuro (Ficção, Porto Alegre, Direção: Alexandre Rossi)

Maria e Pedro são artistas em frente a uma plateia vazia.

 

Curtas sobre tortura e proibição do italiano lotam Sala de Conferências

O encerramento do “Cine Interdisciplinar – Mostra gaúcha de curtas” aconteceu nesta quarta-feira, 1º de junho. Neste último dia, a mostra contou com dois curtas, “Armada”, direção de Filipe Ferreira, e “É proibido falar italiano”, de Robinson Cabral. Acadêmicos dos cursos de Comunicação e Direito lotaram a Sala de Conferências da Faculdade da Serra Gaúcha (FSG) e participaram de debate após as exibições.

Os convidados para o bate-papo foram Felipe Gue Martini, coordenador dos cursos de Comunicação, Fernanda Sartor Meinero, professora do curso de Direito, Ednei Pedroso, roteirista de “Armada”, Robinson Cabral, diretor de “É proibido falar italiano”, Le Daros, coordenador do Festival CineSerra.

As produções cinematográficas tratam de períodos históricos brasileiros distintos, mas se comunicam na questão cultural. O primeiro exibido, “Armada”, é um curta ficcional que se passa durante a Ditadura Militar e o segundo, “É proibido falar italiano”, é um falso documentário, histórias reais interpretadas por atores em forma de documentário, sobre a proibição da língua italiana no país durante a Segunda Guerra Mundial.

Segundo o Professor Felipe Gue Martini, o objetivo do evento foi aproximar os alunos dos produtores da região e proporcionar a discussão entre os temas abordados e as áreas profissionais. “A mostra também é uma aula, pois a arte serve de referência criativa. Por isso, é importante apreciar as produções que são daqui, uma vez que podem ser os filmes dos nossos alunos nos próximos anos”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Primeiro dia do Cine Interdisciplinar apresenta curtas psicológicos

A Faculdade da Serra Gaúcha (FSG), em parceria com o CineSerra, promoveu na noite desta terça-feira, 31 de maio, o “Cine Interdisciplinar – Mostra gaúcha de curtas”. O evento foi realizado na Sala de Conferências do Prédio G, em Caxias do Sul, e contou com a presença de mais de 50 acadêmicos do Centro de Comunicação e do Curso de Psicologia. A mostra terá continuidade nesta quarta-feira, 1º de junho, às 19h30, com a exibição de mais dois filmes: “Armada”, de Filipe Ferreira, e “É proibido falar italiano”, de Robinson Cabral.

No primeiro dia da mostra foram exibidos os curtas “Perspective”, com direção dos acadêmicos Luís Rech, Nicolas Tessari e Rodrigo Machado, “Três quartos e um terço”, com direção colaborativa, “Linda, uma história horrível”, de Bruno Gularte Barreto, e “Tomou café e esperou”, de Emiliano Cunha.

Após assistirem às produções audiovisuais, os alunos participaram de discussões sobre as obras. O debate, mediado pelo docente Luiz Carlos Erbes, contou com os convidados Leandro Daros, coordenador do Festival CineSerra, Emiliano Cunha, diretor do curta “Tomou café e esperou”, e Rudimar Mendes, coordenador do curso de Psicologia.

Segundo Leandro Daros é extremamente importante o contato das comunidades acadêmica e caxiense com as produções cinematográficas locais e estaduais. “O CineSerra foi pensado para aproximar os conhecimentos na área audiovisual”, salientou Daros.

O evento que será realizado na noite de hoje, vai oportunizar o bate-papo entre os cursos de Comunicação e de Direito. Os comentaristas convidados serão Leandro Daros, Robinson Cabral, Filipe Ferreira e o coordenador do Centro de Comunicação, Felipe Gue Martini.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

CineSerra e FSG promovem Mostra Interdisciplinar de audiovisuais

Em parceria com a Faculdade da Serra Gaúcha (FSG), o CineSerra (Festival do Audiovisual da Serra Gaúcha) estará nas dependências da faculdade em duas mostras, uma no final de maio e outra em junho. O projeto exibirá curtas-metragens ficcionais e documentários de produtores independentes da Serra Gaúcha e das demais regiões do Estado do RS premiados no Festival CineSerra. O evento é destinado aos estudantes por meio da Mostra Interdisciplinar. Ao final das exibições, haverá debates com a participação de professores, convidados e diretores dos filmes exibidos.

A Mostra Interdisciplinar acontece nos dias 31 de maio e 1º de junho, terça e quarta-feira, das 19h30 às 20h30, na Sala de Conferências no Prédio G. O primeiro dia é voltado aos cursos de Comunicação e Psicologia, já o segundo é para os alunos de Comunicação e Direito.

 

Programação da Mostra Interdisciplinar:

 

Dia 31/05 – Cinema, Comunicação e Psicologia

Filmes:

– Perspective (direção: Luis Rech / Nicolas Tessari / Rodrigo Machado)

– Três quartos e um terço (direção colaborativa)

– Linda, uma história horrível (direção: Bruno Gularte Barreto)

– Tomou café e esperou (direção: Emiliano Cunha)

Comentaristas: Emiliano Cunha, Rudimar Mendes, Breno Dallas e Le Daros

 

Dia 01/06 – Cinema, Comunicação e Direito

Filmes:

– Armada (direção: Filipe Ferreira)

– É proibido falar italiano (Robinson Cabral)

Comentaristas: Robinson Cabral, Filipe Ferreira, Le Daros e Felipe Gue Martini